Ouça agora na Rádio

N Notícia

Vale constrói barreira para rejeitos caso haja rompimento da barragem

FOTO: © AP Photo / Bruno Correia/Nitro via AP

Vale constrói barreira para rejeitos caso haja rompimento da barragem

A mineradora Vale iniciou nesta quinta-feira a construção de uma contenção de concreto, que vai funcionar como uma barreira, caso haja rompimento da barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, em Barão de Cocais, em Minas Gerais, informou Agência Brasil.

Informações Compartilhadas Sputnik Brasil

Em nota divulgada neste sábado, a Vale informou ter iniciado a terraplanagem para a construção da contenção a 6 quilômetros da barragem.

O Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPMG) anunciou esta semana, com base nas informações fornecidas pela própria Vale, que a barragem pode se romper entre este domingo (19) e dia 25 de maio. 

"Além dessa estrutura que, após concluída, fará a retenção de grande parte do volume de rejeitos da barragem Sul Superior em caso de rompimento, a Vale está realizando intervenções de terraplenagem, contenções com telas metálicas e posicionamento de blocos de granito. Essa obra atuará como barreira física no sentido de reduzir a velocidade de avanço de uma possível mancha, contendo o espalhamento do material a uma área mais restrita", informou a mineradora. 

"A Vale ressalta que continua monitorando a barragem e o talude norte da cava de Gongo Soco 24 horas por dia e mantendo contato permanente com as autoridades competentes no sentido de prevenir e informar a toda a população sobre o andamento dos trabalhos e da situação da barragem Sul Superior e da cava de Gongo Soco", acrescentou a nota da empresa.

A Vale realizou neste sábado, em Barão de Cocais, um simulado de evacuação dos moradores, informou Agência Brasil.

FONTE: Sputnik Brasil
Link Notícia