public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Safra de soja rende 13,3 milhões de toneladas em MS e bate recordes de produtividade

Números da colheita representam aumento de 17,8% em relação ao plantio anterior

Tecnologias, bons preços e clima favorável levaram Mato Grosso do Sul a registrar uma super safra de soja no ciclo 2020-2021. Foram colhidas 13,305 milhões de toneladas, o que corresponde a um aumento de 17,8% em relação ao plantio anterior.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (27) em transmissão ao vivo pelo Facebook comandada por Jaime Verruck, titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), e pelo presidente da Aprosoja, André Dobashi.

“Esses números se devem a todo esse movimento do crescimento da soja em Mato Grosso do Sul, que entrou em novas áreas. Essa incorporação se fez através de tecnologias elevadas que mudaram o agronegócio nos últimos seis anos. Já tivemos duas boas safras, com boas perspectivas. Isso tem permitido um crescimento substancial”, disse Verruck.

Produção de soja no Brasil dispara | Agronegócios | G1
Ponta Porã é o município que mais aumentou a área cultivada com soja – Alvaro Rezende / Correio do Estado

Vários municípios deixaram a monocultura e entraram para a lista dos produtores da oleaginosa, enquanto outros, como Campo Grande aumentaram expressivamente as suas áreas de cultivo.

Ponta Porã é o município que mais aumentou a área cultivada com soja, com 15 mil novos hectares destinados à cultura, seguido com Nova Andradina com 12 mil hectares.

A região norte do Estado teve média de 70 sacas por hectare, enquanto que o centro fechou em 60 sacas por hectare e a região sul com 62 sacas por hectare. Isso fez com que a média ponderada de produção crescesse no Estado.

“A nossa área estava estimada em mais de 3,6 milhões de hectares, mas com a auditoria, foi reduzida para 3,5 milhões de hectares. Mesmo com essa redução, dada a produtividade média maior, conseguimos recorde de produção que vai colocar Mato Grosso do Sul em uma situação de destaque”, disse Dobashi.

Soja: Produção no Brasil dispara
Estimativa é de que a área das plantações de milho cresça em média 5,7%, – Arquivo/Correio do Estado

MILHO

Conforme o presidente da Aprosoja, não é muito favorável para esta cultura quando a semeadura é concentrada entre o fim de outubro e começo de novembro.

O plantio da soja ficou concentrado até novembro e a semeadura do milho foi empurrada para março, o que gera instabilidade e apreensão por parte do produtor.

“Se tivemos um resultado exuberante dentro da safra de soja com produtividade recorde, estamos bastante apreensivos com relação ao milho segunda safra”, disse Dobashi.

Mesmo assim, a estimativa é de que a área cresça em média 5,7%, passando de 1,895 milhão (2019/2020) para 2,003 milhões de hectares.

Por: Thiago Silva

Fonte: O Correio do Estado

  • message
    Postado por
    Rádio Cultura FM
  • today
    Data
    28/04/2021
  • folder
    Categoria
    Economia
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug