public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Jovem perde R$ 20 mil ao ver carro uma única vez, gostar do suposto ‘tio’ do dono e transferir a ele o dinheiro

Veículo Gol foi anunciado em site de vendas em MS — Foto: Arquivo pessoal
Veículo Gol foi anunciado em site de vendas em MS — Foto: G1 MS

Um rapaz de 27 anos perdeu R$ 20 mil ao cair em um golpe, na noite dessa segunda-feira (15), em Campo Grande. Conforme a polícia, ele viu o carro uma única vez, na casa do suposto “tio” do dono e transferiu o dinheiro. Em seguida, foi bloqueado no celular e não conseguiu mais contato.

Na delegacia, a vítima disse que viu o anúncio do veículo Gol em um site de vendas. Ele passou a conversa por telefone com o suposto dono, indo até a Vila Alba, já que este era o endereço onde o carro estava.

Ao chegar, soube que seria recebido pelo “tio” do dono. O outro golpista então lhe mostrou o carro e, acreditando ser “uma pessoa de boa fé”, transferiu o dinheiro em uma conta bancária. Neste momento, ele já tinha saído do imóvel e retornou para retirar o veículo, momento em que o “tio” disse que o dono não havia ligado para ele, liberando o carro.

Neste momento, a vítima fala que achou “muito suspeita” a atitude dele, porém, ao tentar falar com o golpista, foi bloqueado no celular. Ele então foi até a delegacia, dizendo que ficou com o prejuízo, registrando a queixa de estelionato, na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro.

Dono percebeu que era golpe

Em novembro de 2020, ao anunciar um veículo, um técnico em telecomunicações, de 49 anos, percebeu que se tratava de um golpe. Ele conta que um homem entrou em contato, dizendo que queria dar a um funcionário um veículo, já que precisava fazer o acerto com ele. No outro dia, esta pessoa iria ver o carro e, se gostasse, era para o dono lhe avisar e ele faria uma transferência.

“O que eles fazem é tudo sincronizado, mas, de cara eu já disse para essa pessoa que o meu carro só saía da garagem com o dinheiro creditado e disponível na minha conta. O rapaz então ficou lá, olhou, andou um pouco e depois começou a entrar em várias contradições. Em momento algum, questionou o valor e várias coisas que eu achei estranho”, relembrou o dono do veículo.

Dono do veículo diz que golpista mandou várias pessoas na casa dele  — Foto: Câmeras de Segurança
Dono do veículo diz que golpista mandou várias pessoas na casa dele — Foto: Câmeras de Segurança

Ao mesmo tempo, ele pediu para esposa comunicar os vizinhos que uma pessoa estava ali olhando o carro dele. “A coisa começou a apertar para o lado dele, principalmente porque o suposto patrão dele disse que já tinha feito a transferência e ele ficou com um conversa, dizendo que o banco dele era virtual, internacional, algo do tipo. Quando ele viu que não sairia com o carro, chamou o Uber e o carro chegou aqui rapidinho”, comentou.

No outro dia, o técnico em telecomunicações disse que outros dois homens também foram na casa dele. “Eles foram a mando do mesmo golpista, dizendo que queriam ver moto. E eu nem moto tenho. Foi aí que pesquisei um pouco mais e percebi que esse golpista estava usando vários nomes, várias pessoas para o golpe. Ele vai ganhando sinal, de um em um, pegando o anúncio de uma pessoa de boa fé e oferecendo depois por um valor abaixo do mercado”, avaliou.

Vítima mostra falso comprovante de transferência enviado por golpista em MS — Foto: Arquivo Pessoal
Vítima mostra falso comprovante de transferência enviado por golpista em MS — Foto: Arquivo Pessoal

O golpe

A reportagem do G1 constatou como funciona a abordagem dos golpistas ao colocar um veículo à venda em um site na internet. Neste casos, segundo a polícia, a vítima anuncia de boa fé e após o anúncio, o estelionatário entra em contato solicitando mais informações sobre aquele veículo. Pede a placa, fotos e até vídeos mostrando o interior do veículo e mais detalhes, sempre demonstrando muito interesse.

Em seguida, existem casos em que a vítima, acreditando se tratar de uma pessoa interessada na compra, repassa informações e até fotos do documento daquele veículo. Na sequência, o golpe começa quando o estelionatário pede para que a vítima retire o anúncio da venda do carro do ar, para que ele possa criar um anúncio falso, com valores bem abaixo do de mercado.

Conforme a polícia, este é o momento em que a pessoa pega as fotos, documentos, vídeos e faz o próprio anúncio, geralmente no mesmo site. O próximo passo, é o que a polícia chama de “segunda parte do golpe”, quando a nova vítima vê o anúncio falso e entra em contato com o golpista.

Fonte: G1 MS

Por: Thiago Silva*

*Coma supervisão e autorização do diretor do departamento de jornalismo da Cultura FM 97,3

  • message
    Postado por
    Rádio Cultura FM
  • today
    Data
    18/02/2021
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug