public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Cobra cascavel é capturada em hospital de Campo Grande

Ocorrência foi nesta quarta-feira (10). A serpente não apresentava ferimentos e foi solta em uma reserva de cerrado pela equipe de funcionários da instituição treinados em resgate animal.
Cobra cascavel foi solta em uma reserva de cerrado, em Campo Grande (MS). — Foto: Roberto Pellizzer/Foto
Cobra cascavel foi solta em uma reserva de cerrado, em Campo Grande (MS). — Foto: Roberto Pellizzer/Foto

Uma cobra cascavel foi capturada na noite desta quarta-feira (10), no hospital São Julião, região norte de Campo Grande.

Segundo Roberto Pellizzer, funcionário da área administrativa da unidade, a cobra foi vista próximo a entrada do hospital.

A serpente com pouco mais de um metro, foi capturada sem nenhum ferimento por uma equipe da instituição treinada em resgate animal.

Ainda de acordo com Pellizzer, a cobra foi encontrada por um funcionário por volta das 20 horas (horário de MS). Após ser capturada, a serpente foi solta em uma reserva de mata nativa da região.

O hospital São São Julião, localizado dentro de uma reserva com cerca de 213 hectares, é um espaço onde constantemente animais silvestres são flagrados. Em 80 anos de história, cobras, aves, mamíferos, anfíbios e uma variedade de insetos já apareceram no complexo. Até o momento, não foi registrado nenhum incidente entre os bichos e os pacientes.

Anu-branco predando serpente nas proximidades do hospital São Julião, em Campo Grande (MS). — Foto: Roberto Pellizzer/Foto
Anu-branco predando serpente nas proximidades do hospital São Julião, em Campo Grande (MS). — Foto: Roberto Pellizzer/Foto

O vários flagrantes do mundo animal rendeu até um livro. O responsável pela obra é um italiano que trabalha no local há 9 anos e é apaixonado pela fauna brasileira e pelas visitas inusitadas que despertam a admiração de pacientes e funcionários.

 Roberto Pellizzer com uma corujinha-do-mato que caiu do ninho feito dentro do complexo São Julião. — Foto: Roberto Pellizzer/Arquivo pessoal
Roberto Pellizzer com uma corujinha-do-mato que caiu do ninho feito dentro do complexo São Julião. — Foto: Roberto Pellizzer/Arquivo pessoal

“Os animais do São Julião”, mostram um pouco da riqueza que pode ser facilmente vista nas 213 hectares onde está localizado o hospital. Segundo o autor do livro, Roberto Pellizzer, cerca de 129 espécies de aves e outros animais estão registrados por nome em 61 uma páginas. Boa parte dos animais catalogados são acompanhados de imagens e arquivos que revelam a rica natureza do local.

Tamanduá-bandeira dentro de capela localizada no hospital São Julião, em Campo Grande (MS). — Foto: Roberto Pellizzer/Foto
Tamanduá-bandeira dentro de capela localizada no hospital São Julião, em Campo Grande (MS). — Foto: Roberto Pellizzer/Foto

Fonte: G1 MS

Por: Thiago Silva*

*Coma supervisão e autorização do diretor do departamento de jornalismo da Cultura FM 97,3

  • message
    Postado por
    Rádio Cultura FM
  • today
    Data
    12/02/2021
  • folder
    Categoria
    Locais/Regionais
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2021 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2021 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug